Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Ceilândia > Pesquisa compara traços de criatividade no campo da matemática entre estudantes do Brasil e da Austrália
Início do conteúdo da página

Pesquisa compara traços de criatividade no campo da matemática entre estudantes do Brasil e da Austrália

Criado: Quinta, 15 de Junho de 2017, 16h32 | Publicado: Quinta, 15 de Junho de 2017, 16h32 | Última atualização em Sexta, 16 de Junho de 2017, 13h22 | Acessos: 550

Mateus Gianni Fonseca, professor de matemática do Campus Ceilândia do Instituto Federal de Brasília (IFB), está vivendo, até o dia 3 de agosto, na Austrália, para conhecer o sistema educacional australiano e ampliar as pesquisas para o seu doutorado.

O professor – junto com os pesquisadores Martin Westwell e Florence Gabriel – está na Flinders University desenvolvendo a pesquisa que chama, em inglês, "Assessment of mathematical creativity in Australian and Brazilian high school students".

Segundo o professor, o objetivo principal da pesquisa é avaliar traços da criatividade no campo da matemática em estudantes do último ano escolar do Brasil e da Austrália e realizar uma comparação entre eles.

“Vale lembrar que o Brasil ocupa o 65º lugar de proficiência em matemática no ranking do PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), enquanto a Austrália está em 22º e, por isso, se faz interessante comparar os métodos de ensino, os índices de qualidade e tantas outras variáveis que são envolvidas no ambiente e no sistema educacional”, destaca o professor.

Mateus espera que, após o desenvolvimento da pesquisa, ele possa levar novas ideias de práticas pedagógicas para o Brasil, bem como defender, ainda mais, acerca de como o estímulo à criatividade no campo da matemática é importante para a formação de nossos cidadãos, sobretudo em tempos no qual a criatividade é uma das habilidades esperadas para uma educação para o século XXI.

“Certamente isso me auxiliará na construção da tese de doutorado na qual proponho maneiras de estimular a criatividade em matemática de nossos alunos e assim também contribuir com novas práticas pedagógicas no ensino da matemática”, finaliza.

 

O Programa

Mateus foi um dos seis brasileiros selecionados pelo programa “PhD Posgraduate Research Intership”, ofertado pela Embaixada da Austrália no Brasil e pela Australian Academy of Science.

O programa financiou a viagem e estadia dos seis doutorandos brasileiros de qualquer área de pesquisa e teve como objetivo estreitar parcerias de pesquisa entre os dois países. O professor permanecerá no país da Oceania durante dois meses – de 3 de junho a 3 de agosto.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página