Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Estude no IFB > Perguntas Frequentes
Início do conteúdo da página

Perguntas frequentes - Estude no IFB

Criado: Sexta, 15 de Março de 2013, 18h22 | Última atualização em Segunda, 02 de Junho de 2014, 19h43 | Acessos: 23732

1. Qual é a diferença de um curso superior de tecnologia, licenciatura e bacharelado?

As instituições de ensino superior podem ofertar Cursos de Graduação nas seguintes classificações: Licenciatura – formação de professores que atuam prioritariamente na educação básica; Bacharelado – formação dos demais profissionais; e Tecnológico – formação de profissionais especializados em áreas específicas do conhecimento (duração menor conforme Catálogo nacional de Cursos Superiores Tecnológicos.

A duração dos cursos deve atender à legislação, regulamentos e normativos respectivos a cada cursos. Os de tecnologia são de 2400 h, no mínimo, podendo ser de dois ou três anos, dependendo da carga horária anual. Os Cursos de licenciatura, geralmente, são de quatro anos ou mais. Deve ser expedido DIPLOMA a todos os que atendem às respectivas normas.

Ao prestar vestibular para quaisquer dos cursos superiores mencionados, o graduando deverá receber diploma. No entanto, até que se conclua a tramitação da documentação a instituição de ensino costuma expedir uma declaração ou certificado que comprove a conclusão do curso. 

 

2. Onde posso obter informações sobre os cursos oferecidos pelo IFB?

Os editais contendo todas as informações sobre a oferta dos cursos podem ser acessados aqui.

 

3. Qual a forma ou parametro utilizado pelo Instituto para a escolha dos cursos ofertados em cada Campus?

O processo de escolha dos cursos para oferta nos campi do IFB ocorre por meio de Audiência Pública com a participação da comunidade escolar e representantes da sociedade civil. A metodologia utilizada envolve a sensibilização das entidades sociais da região: Apresentação do IFB; pré-audiências com as entidades, para análise do arranjo local; audiência pública com toda a comunidade interessada para a escolha dos cursos, o que envolve: apresentação do arranjo local: “conjunto de atores econômicos, políticos e sociais, localizados em um mesmo território”; apresentação e Possibilidades do IFB, criação da Carta de Intenções e análise da Carta de Intenções pela gestão do IFB a fim tomar as providências necessárias para a implantação do curso no Campus.

 

4. Posso solicitar transferência do meu curso de outro Instituto Federal para o IFB?

A aceitação de transferência de alunos egressos de outras instituições fica condicionada à existência de vagas e mediante processo seletivo. Para solicitar transferência para o IFB, o aluno deverá requerer em formulário próprio no respectivo Campus onde pleiteia a vaga. O IFB poderá expedir e aceitar transferências de estudantes em qualquer época, mediante o atendimento às disposições legais vigentes, tomando-se por base a análise dos componentes curriculares e das cargas horárias mínimas estabelecidas para cada habilitação profissional. Os procedimentos são os mesmos para os Cursos Técnicos e Superiores.

 

5. O IFB acompanha de alguma forma a inserção do aluno formado no mercado de trabalho?

O IFB almeja implementar ações capazes de avaliar o desenvolvimento da carreira profissional vivenciada pelos seus ex-alunos e reconhece a iniciativa como uma forma de colaborar continuamente para o sucesso do profissional no mercado de trabalho, porém ainda não apresenta essas ações de forma efetiva.

 

6. Preenchi o formulário de inscrição com dados errados, o que fazer?

Se forem dados pessoais o próprio candidato/aluno faz as alterações na página de inscrição. Se forem dados referentes ao curso ou às vagas o candidato/aluno deve solicitar as alterações por meio de formulário e dentre do prazo estipulado, ambos disponíveis no próprio edital.

 

7. O IFB possui competência para informar acerca do fundo de financiamento estudantil (FIES)?

Não. Sobre o Programa de Financiamento Estudantil – FIES deve-se recorrer diretamente ao sistema do programa ou à faculdade de interesse para obter informações seguras. O IFB atua apenas com a oferta de cursos públicos e não participamos do – FIES.

 

8. Com que periodicidade a instituição oferece vagas para cursos técnicos e de graduação?

A periodicidade de oferta de vagas é semestral.

 

9. Para estudar no IFB, preciso pagar alguma taxa ou mensalidade?

Não. Não é preciso pagar qualquer taxa, e os cursos são totalmente gratuitos.

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página