Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Início do conteúdo da página

Pronunciamentos

Criado: Quinta, 21 de Janeiro de 2016, 18h00 | Publicado: Quinta, 21 de Janeiro de 2016, 18h00 | Última atualização em Quarta, 06 de Outubro de 2021, 12h45 | Acessos: 17652

Os discursos serão feitos por um orador que representará todos os alunos formandos da noite e pelo reitor (ou presidente de mesa) e não poderão ultrapassar 3 (três) minutos cada (exceções podem ser feitas, em caso de autoridades).

O juramento das cerimônias de diplomação dos cursos técnicos será feito por um aluno que representará todos os formandos. Já os juramentos das cerimônias de Outorga dos cursos superiores serão feitos por um aluno de cada curso que representará seus colegas.

 

OBSERVAÇÃO

No discurso do orador não deve haver a citação de nomes de formandos ou de docentes em situações que possam causar constrangimentos. Da mesma forma, nos discursos não cabem reclamações ou críticas à instituição ou a pessoas que a representam. O orador deverá se dirigir à Instituição como um todo, já que representa todos os alunos.

A escolha dos oradores e dos juramentistas é feita por meio da seleção dos melhores “Casos de Sucesso”. Para tanto, cada campus deve enviar os Casos à Pró-Reitoria de Ensino, que seleciona os mais representativos.

O orador deverá preparar o seu discurso e submetê-lo à apreciação, em data estipulada pela Instituição, para aprovação.

O texto do juramento será enviado previamente ao formando escolhido. O juramentista não poderá fazer qualquer tipo de alteração no texto do juramento, sob pena de anulação da cerimônia de Diplomação ou de Outorga de Grau do curso correspondente.

 

IMPORTANTE

O discurso do orador deverá mencionar a importância da diplomação na conclusão de um curso superior ou técnico, o mercado de trabalho e prestar homenagens (patrono, paraninfo, mestres, entre outras).

registrado em:
Fim do conteúdo da página