Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Espaço do Estudante > Notícias > IFB aprova Plano de Retorno Gradual e Seguro às Atividades Presenciais
Início do conteúdo da página

IFB aprova Plano de Retorno Gradual e Seguro às Atividades Presenciais

Criado: Quinta, 21 de Outubro de 2021, 14h58 | Publicado: Quinta, 21 de Outubro de 2021, 14h58 | Última atualização em Sexta, 22 de Outubro de 2021, 07h30 | Acessos: 4231

O Instituto Federal de Brasília (IFB) aprovou, na última terça-feira (19), em reunião do Conselho Superior, o Plano de Retorno Gradual e Seguro às Atividades Presenciais, etapa de transição. De acordo com a Resolução nº 26/2021 (e os anexos que estabelecem recomendações e estratégias para o retorno) cada campus fará seu planejamento e avaliará a possibilidade de oferta das atividades que poderão ser implementadas neste segundo semestre do ano letivo 2021, que termina dia 19 de fevereiro de 2022.

Segundo a resolução ficam autorizadas, desde que a presencialidade seja classificada como essencial pelo campus e seguindo os protocolos de biossegurança, as atividades letivas vinculadas a componentes curriculares que envolvam práticas de laboratório e de campo e as atividades relacionadas a projetos de ensino, pesquisa e extensão, além de atendimentos individualizados ou em pequenos grupos.

A resolução ainda ressalta que a prioridade deva ser a oferta para estudantes formandos no semestre 2021/2. A vacinação completa contra a Covid-19 e o uso de máscaras são requisitos obrigatórios para participar das atividades. 

 

Diálogo e ciência 

A reitora do IFB, Luciana Massukado, destacou o processo coletivo e democrático de construção do Plano, que envolveu vários momentos de escuta ativa e de diálogo com o Comitê de Emergência (COE), os Comitês Locais, gestores, servidores, estudantes, familiares e sindicato, além da consulta pública que recebeu mais de mil sugestões da comunidade.

Luciana frisou, ainda, os princípios norteadores do Plano: proteção à vida e à saúde, respeito à ciência, papel social do IFB, direito à educação, manutenção majoritária de atividades remotas e responsabilidade individual, coletiva e compartilhada. “A ciência nos fez ir para o remoto e a ciência nos vacinou. E é esta ciência que faz agora o IFB dar um passo adiante, com segurança e cuidado”, disse a reitora, complementando que a resolução ainda vai ao encontro da essência dos institutos federais, “oportunizando aos estudantes a vivência e a experiência da prática,  fundamental para o futuro profissional deles, além de contribuir no aspecto emocional”.

 

Cuidados

De acordo com o Plano, os requisitos para implementação da etapa de transição são: elaboração, publicização e implementação dos procedimentos operacionais padrão e detalhamento dos protocolos de biossegurança pelo Comitê Local de cada unidade; verificação e aquisição, por parte das unidades, dos insumos necessários para a retomada gradual de atividades presenciais; e respeito às medidas sanitárias de prevenção e cumprimento por todos os membros da comunidade.

Atualizações 

Ainda segundo a resolução, a Pró-Reitoria de Ensino, em parceria com os campi, irá expedir documentos complementares para o desenvolvimento desta etapa de transição, assim como o Comitê de Emergência ficará responsável por expedir e atualizar os documentos relativos às medidas de biossegurança para o desenvolvimento do Plano de Retorno.

Devido ao horário, as demais pautas previstas para o CS serão deliberadas em uma reunião extraordinária do colegiado a ser realizada em novembro.

 

Live

Nesta sexta-feira (22), às 15h, a TV IFB transmite live com a reitora Luciana Massukado, a pró-reitora de Ensino, Veruska Machado, e a presidente do COE, Giovanna Tedesco, para detalhar a resolução e tirar dúvidas da comunidade acadêmica.

registrado em:
Fim do conteúdo da página