Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Samambaia > IFB e Economia Criativa realizam exposição de Design de Mobiliário da Capital
Início do conteúdo da página

IFB e Economia Criativa realizam exposição de Design de Mobiliário da Capital

Criado: Segunda, 09 de Novembro de 2020, 17h50 | Publicado: Segunda, 09 de Novembro de 2020, 17h50 | Última atualização em Segunda, 09 de Novembro de 2020, 18h15 | Acessos: 616

Jorge Zalzupin, Michel Arnoult, Samuel Lamas, Sérgio Rodrigues, Raquel Chaves, entre outros designers brasileiros poderão ser visitados no Museu Nacional da República, a partir do dia 13 de novembro, na exposição Mobiliário Moderno e Contemporâneo: Dois Momentos do Design de Móveis da Capital. Serão mais de 20 peças e móveis modernos das décadas de 60 a 70 e de design contemporâneo do período de 2000 restaurados pelos estudantes do Instituto Federal de Brasília (IFB), em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.  

“É uma alegria receber a exposição de peças de mobiliário moderno e contemporâneo no Museu. A Secretaria se beneficiou da generosidade do Núcleo de Pesquisa, Conservação e Restauro de Mobiliário Moderno do Instituto Federal de Brasília, que restaurou as peças de design moderno expostas, sob a coordenação dos curadores Fernanda Torres e Frederico Hudson, aos quais somos gratos”, declara Sara Seilert, diretora interina do Museu Nacional da República. 

Entre algumas das peças dos anos 60 e 70, estão: mesa de gabinete, de Jorge Zalzupin; cadeira Kiko, de Sergio Rodrigues; poltrona Ouro Preto, Michel Arnoult; poltronas originais do auditório do Cine Brasília, Sérgio Rodrigues e peças do Hotel Brasília Palace. Este mobiliário apresenta a época da inauguração de Brasília - foram produzidos objetos que constituem um importante patrimônio histórico-cultural nacional. O design desse período tem como característica marcante a referência a elementos da cultura brasileira, além do uso de matérias-primas nacionais: madeira, fibras naturais e tecidos locais são predominantes.

Já o mobiliário contemporâneo  – dos anos 2000 – apresenta peças, como a mesa Buritis, de Dimitri Lociks; cadeira Athos, de Danilo Vale; banco da linha Baru, de Wilson Romão; mesa Quinta, de Raquel Chaves; banco Alvorada (foto), de Aciole Felix; cabideiro Pali Palan, de Gustavo Gall; entre outras de acervo particular e da Associação de Designers de Produto do Distrito Federal.  Nesse período, Brasília explode com uma nova geração oriunda da Universidade de Brasília (UnB) – dos departamentos de Design ou Arquitetura, que passam também a explorar tipologias diversas e contemporâneas.  

A realização do restauro dos mobiliários é resultado do trabalho de estudantes do Instituto Federal de Brasília (IFB), dentro da Oficina Escola de Restauro. Os estudantes também participam da exposição com uma peça contemporânea – a mesa Tear, assinada pelos designers Carla Sanches, Laura Catarina e Wanderson Ferreira. A Escola de Restauro do IFB é uma iniciativa que faz parte de pesquisa e prática dos cursos técnicos para capacitar profissionais na elaboração de projetos e intervenções, utilizando técnicas variadas de conservação e restauro. 

A curadoria da exposição é dos professores do Instituto Federal de Brasília (IFB), Dra. Fernanda Freitas e Dr. Fred Hudson, coordenadores do Núcleo de Pesquisa e Conservação e Restauro de Mobiliário /IFB Campus Samambaia. 

Agenda  

Exposição Mobiliário moderno e contemporâneo: dois momentos do design de móveis da capital 

Horário de visitação: Sextas, sábados e domingos, das 10h às 16h  –  horário reduzido em atendimento ao protocolo de segurança para enfrentamento da pandemia, conforme Portaria SECEC-DF nº 179 de 16 de setembro de 2020 (o horário de visitação poderá sofrer alteração) 

13 de novembro a fevereiro de 2021 

Sextas, sábados e domingo, das 10h às 16h 

Galeria Acervo, Museu Nacional da República –  Setor Cultural Sul, Lote 2, próximo à Rodoviária do Plano Piloto, Brasília/DF 

Entrada gratuita 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página