Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Brasília > Dia do Surdo: a temática é trabalhada em classe
Início do conteúdo da página

Dia do Surdo: a temática é trabalhada em classe

Criado: Segunda, 30 de Setembro de 2019, 09h23 | Publicado: Segunda, 30 de Setembro de 2019, 09h23 | Última atualização em Segunda, 30 de Setembro de 2019, 15h42 | Acessos: 315
No dia 26 de setembro, comemora-se o Dia Nacional dos Surdos. Essa data foi escolhida para celebração devido à inauguração da primeira escola de Surdos no Brasil, em 1857, no Rio de Janeiro. Ainda hoje, essa escola recebe estudantes Surdos e ouvintes que desejam interagir com a Comunidade Surda.
 
No mês de setembro, conhecido como azul, retrata as muitas histórias de lutas que os Surdos enfrentaram para que não fossem banidos da sociedade e sacrificados, separados por uma fita azul no braço aguardando tal brutalidade por não pertencerem à pureza genética da "normalidade", na época da Segunda Guerra Mundial. Graças às muitas lutas, os Surdos foram reconhecidos como protagonistas e participantes da sociedade.
 
Todos os anos, as histórias dos Surdos são contadas de geração em geração, dentro e fora da Comunidade Surda para que o fortalecimento impulsione os Povos Surdos e os fortaleça, dando continuidade a suas lutas. Nesse sentido, a professora Núbia Flávia Oliveira Mendes trabalhou com os estudantes da disciplina de Libras do Campus Brasília para a imersão de todo o fato histórico, levando-os a uma visita técnica na Universidade Federal de Brasília a fim de interagirem com os Surdos. Por meio do filme bilíngue Crisálida, os estudantes puderam vivenciar as experiências desses sujeitos na sociedade majoritária ouvintista, cujos valores alguns, infelizmente, ainda desconhecem. 
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página