Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Ceilândia > Professor do IFB Ceilândia é representante do DF em evento de inovação em educação na USP
Início do conteúdo da página

Professor do IFB Ceilândia é representante do DF em evento de inovação em educação na USP

Criado: Segunda, 18 de Fevereiro de 2019, 12h29 | Publicado: Segunda, 18 de Fevereiro de 2019, 12h29 | Última atualização em Terça, 19 de Fevereiro de 2019, 15h49 | Acessos: 515

Entre os dias 11 e 15 de fevereiro, o docente André Luiz de Brito, da área de Engenharia do Campus Ceilândia do Instituto Federal de Brasília (IFB), participou da segunda edição do STEM TechCamp BRASIL, na Universidade de São Paulo (USP). O Programa é uma iniciativa da Embaixada dos EUA no Brasil em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) e com apoio da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) e do Grupo +Unidos.

No total, 60 professores e gestores de secretarias de educação de todos os estados brasileiros participaram do evento, uma iniciativa da embaixada americana voltada à aprendizagem ativa de STEM (sigla em inglês cujas atividades interdisciplinares envolvem as áreas de conhecimentos de ciências, tecnologia, engenharia e matemática) e com programação que abordou diversas palestras, conversa e painéis voltados ao tema Inovação em Educação.

A  Coordenadora da Casa Thomas Jefferson (CTJ) Makerspace, Soraya Lacerda, convidou o IFB para conhecer o Espaço Americano da Casa Thomas Jefferson Brasília e ofereceu parceria em oficinas Makers, que estimulam a cultura da aprendizagem criativa. A Especialista Sênior em Assuntos Culturais da Embaixada Americana em Brasília, Márcia Mizuno, reforçou os programas que a missão diplomática oferta para professores e alunos da rede pública (que podem ser vistos AQUI).


O professor Brito atua em diversas atividades ligadas à tecnologia do Campus Ceilândia, juntamente com a equipe de robótica composta por outros nove servidores. Segundo ele, essa foi “uma semana espetacular. Tivemos uma imersão na abordagem STEM. Creio que vou dividir com os professores muitas novidades referentes à abordagem das matérias. Vejo que o Instituto Federal está muito antenado a essas novidades, pois realizamos nossos encontros e projetos integradores”, explicou.

Ele acredita que, com as aulas de Robótica, vários projetos nas áreas de ciências, tecnologia, engenharia e matemática serão viabilizados em 2019. “Estamos no caminho para uma educação de qualidade. De modo geral, os professores dos IF têm condições e o ambiente necessário para desempenharem em suas regiões as atividades com os alunos e com os parceiros da rede pública. Nesta semana, na USP, por exemplo, fortalecemos ainda mais os laços com a Secretaria de Educação do Distrito Federal”, opinou o docente.   

Sobre o evento

STEM TechCamp BRASIL tem como objetivo estruturar uma rede de multiplicadores formada por gestores das Secretarias Estaduais de Educação e Professores líderes de ações escolares em Ciências, Tecnologia, Engenharias e Matemática (CTEM, em inglês STEM), com potencial e liderança para articular e aprimorar ações existentes e elaborar e implantar novas ações voltadas à aprendizagem ativa nas redes públicas de educação básica do Brasil.

Na edição de 2019, foram realizadas atividades de sensibilização e formação para desenvolvimento de planejamento estratégico para políticas e ações voltadas a fomentar a aprendizagem ativa de STEM (incluindo o estímulo à cultura de aprendizagem criativa Maker, abordagens investigativas e interdisciplinares, iniciação à pesquisa científica e tecnológica e empreendedorismo) nas escolas públicas.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página