Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Ceilândia > Ceilândia completa 53 anos! IFB presente
Início do conteúdo da página

Ceilândia completa 53 anos! IFB presente

Criado: Quarta, 27 de Março de 2024, 06h45 | Publicado: Quarta, 27 de Março de 2024, 06h45 | Última atualização em Terça, 26 de Março de 2024, 17h45 | Acessos: 450

Ceilândia completa 53 anos nesta quarta-feira, 27 de março, marcando mais de cinco décadas de uma das mais diversas e inclusivas Regiões Administrativas (RA) do Distrito Federal.

Nos primórdios de Brasília, a região era conhecida apenas como uma área de invasões em terrenos nos arredores da capital federal, como a Fazenda Guariroba. Dos quase 80 mil brasilienses da época, mais de 14 mil pessoas viviam nessas habitações irregulares.

Responsável pela pauta, a Secretaria de Serviços Sociais deu início, em 1969, a Campanha de Erradicação das Invasões, conhecida pela sigla “CEI”, que mais tarde daria o nome à futura RA. Segundo o projeto, seriam inicialmente distribuídos à população local 17.619 lotes em uma área de 20 quilômetros quadrados (que depois foi ampliada para 231,96km² em 1988). 

Dois anos mais tarde, em 27 de março de 1971, a nova RA, que na época ainda era chamada de cidade satélite, teve sua fundação bem onde hoje está a Caixa D’água, e foi lar para mais de 80 mil novos moradores da recém inaugurada Ceilândia. 

O IFB Campus Ceilândia ofereceu suas primeiras aulas em julho de 2012, para uma singela turma de 24 alunos. Ainda sem local fixo, as aulas do curso de Informática para a Terceira Idade eram dadas em uma das salas da Agência do Trabalhador da Ceilândia.

Em 8 de dezembro de 2015, o campus foi finalmente entregue à comunidade, localizado entre o campus da Universidade de Brasília (UnB) e o viaduto do metrô, na QNN 26, com  6.134m² de área construída

Hoje, a Ceilândia é uma das mais importantes e diversificadas RAs do Distrito Federal, sendo também a mais populosa, com mais de 287 mil habitantes. Ceilândia também é considerada a RA “mãe” do Sol Nascente, a 32ª região do DF, que, apesar de só ter sido fundada em 2019, logo também terá seu próprio Instituto Federal de Educação.

 

Patrimônio Cultural
Reconhecida como um polo da cultura nordestina em Brasília, Ceilândia é marcada pela música, poesia e dança trazidas por seus fundadores. Essa herança cultural é representada pela Casa do Cantador, o único monumento arquitetônico de Oscar Niemeyer do Distrito Federal fora do Plano Piloto. 

Considerado como o Palácio da Poesia e da Literatura de Cordel, seu projeto foi inspirado na canção “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga, com o propósito de homenagear os imigrantes nordestinos que vieram e ainda vêm para Brasília em busca de uma vida melhor.

Atualmente, o espaço acolhe as mais diversas manifestações populares da região, como apresentações de repente (com a viola de sete cordas) e embolada (com pandeiro), exposições de histórias de Cordel e outras festas típicas, que hoje fazem parte do cotidiano de seus moradores.

Para o diretor-geral do IFB Campus Ceilândia, Paulo Wanderley, essa diversidade cultural faz da RA uma verdadeira “jóia bruta” em meio à capital federal. “As tradições nordestinas, misturadas à juventude hip-hop, passando pelos festivais de rock fazem desse lugar uma salada cultural pulsante que atrai e marca esse que é um lugar de gente lutadora, e que se vira para vencer na vida. Desde 2012 moro nesse lugar maravilhoso, que admiro mais e mais. Vida longa à Ceilândia querida!” disse o diretor em mensagem de homenagem à Ceilândia. 

 

IFB presente!

Desde 2012, as duas dezenas de primeiros alunos tornaram-se mais de mil, mas o carinho com a população idosa nunca deixou o IFB Campus Ceilândia. Nos seus quase 12 anos de história, o campus já ofereceu diversos cursos e atividades de extensão que tornaram possível a integração da melhor idade com as novas gerações, através do programa IFB 60+.

Seja na área tecnológica, com o curso de Informática Básica para Idosos, ou na música, com o Coral Vozes do Tempo, o projeto multidisciplinar visa a integração acadêmica, profissional e social de pessoas com mais de 60 anos.

Através de atividades que estimulam corpo e mente, o IFB 60+ proporciona também maior auto-estima e proximidade com seus familiares aos idosos, motivo pelo qual os cursos são voltados para este público. Por isso, a troca de experiências é a grande marca do campus, que busca integrar as várias gerações da sua comunidade local e oferecer cada vez mais capacitação aos profissionais do mundo do trabalho de ontem, hoje e amanhã. 

Para atender esta missão, o IFB Campus Ceilândia oferta os cursos técnicos de Eletrônica, Equipamentos Biomédicos e Segurança do Trabalho; as licenciaturas em Letras-Espanhol e Letras-Português; e a Especialização em Ciências Policiais, resultado de uma parceria das instituições IFB, Polícia Civil do Distrito Federal e a Fundação Universidade Aberta de Brasílial (Funab). 

Além disso, ao longo de todo o ano, outros cursos de qualificação rápida também são oferecidos pelo IFB Campus Ceilândia à comunidade, seja por iniciativa do próprio campus, seja para atender às demandas da população da Ceilândia. Você pode conhecer mais sobre os cursos ofertados no IFB Campus Ceilândia aqui, bem como todas as notícias do campus em nosso Portal

O Instituto Federal de Brasília parabeniza Ceilândia pelos 53 anos, e deseja que a parceria entre IFB e todos os ceilandenses continue por muito mais anos, trazendo cada vez mais frutos para a comunidade, e para Brasília, como um todo.

Fim do conteúdo da página