Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Espaço do Servidor > Notícias > Fique por dentro das etapas do programa de gestão para servidores
Início do conteúdo da página

Fique por dentro das etapas do programa de gestão para servidores

Criado: Sexta, 25 de Fevereiro de 2022, 15h03 | Publicado: Sexta, 25 de Fevereiro de 2022, 15h03 | Última atualização em Sexta, 25 de Fevereiro de 2022, 15h04 | Acessos: 866

Com o retorno integral às atividades presenciais no Instituto Federal de Brasília (IFB), marcado para 28 de março, muitos servidores têm perguntado sobre a implantação do programa de gestão.

Após dois anos de trabalho remoto é natural que esta dúvida apareça. No entanto, é necessário deixar claro que são situações distintas. O trabalho remoto foi adotado de forma emergencial como forma de proteção à vida durante a pandemia, com respaldo legal. Já o programa de gestão requer a realização de etapas (ver resumo abaixo) e o cumprimento de uma série de requisitos impostos pela legislação que a instituição deve observar (IN nº 65/2020).

“Encontrar o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal é um tema extremamente complexo e com muitos pontos de vista”, lembrou o pró-reitor de Gestão de Pessoas, José Anderson de Freitas Silva. Segundo ele, um dos resultados esperados pelo programa de gestão é a melhoria da qualidade de vida dos servidores. “Sabemos que existe uma expectativa muito grande quanto à execução do programa. O IFB já cumpriu várias etapas e segue avançando para implantar o mais breve possível”, destacou José Anderson. 

O que é? — De acordo com a resolução aprovada pelo Conselho Superior (CS), o programa de gestão do IFB abrangerá as atividades cujas características permitam a mensuração da produtividade, dos resultados e do desempenho do participante em suas entregas.

O programa será celebrado por meio de plano de trabalho e poderá ser realizado em regime presencial ou teletrabalho, sendo que o segundo poderá ser em regime integral ou parcial. A participação no programa é facultativa ao servidor e autorizada conforme conveniência da Administração e do interesse e compatibilidade do serviço, mediante aprovação da chefia imediata e do dirigente da unidade.

 

Fases, etapas e prazos previstos:

Fase 1: Autorização pelo ministro de Estado: Realizada (Portaria Nº 267/2021)

Fase 2: Elaboração e aprovação dos procedimentos gerais: Realizada (Resolução Nº 22/2021)

2.1 Elaboração da tabela de atividades: Realizada (Tabela de Atividades)

 2.2 Elaboração do instrumento público de fluxo contínuo: Em andamento [previsão de conclusão: março)

2.3 Avaliação do módulo do programa de gestão no SUAP: Em andamento [previsão de conclusão: março/abril]

Concluídas estas fases e etapas teremos:

 Fase 3: Execução do programa de gestão [previsão de início: segunda quinzena de abril]

3.1 Divulgação do instrumento público de fluxo contínuo de adesão ao programa

3.2 Seleção dos participantes

3.3 Celebração dos planos de trabalho

 Fase 4: Acompanhamento/Monitoramento do programa de gestão

registrado em:
Fim do conteúdo da página