Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Reitoria > “IFB em Números” vence o 4.º Concurso de Boas Práticas, organizado pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle (MTFC)
Início do conteúdo da página

“IFB em Números” vence o 4.º Concurso de Boas Práticas, organizado pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle (MTFC)

Criado: Terça, 29 de Novembro de 2016, 14h59 | Publicado: Terça, 29 de Novembro de 2016, 14h59 | Última atualização em Terça, 29 de Novembro de 2016, 15h08 | Acessos: 2246

A Plataforma “IFB em Números” foi uma das vencedoras do 4.º Concurso de Boas Práticas da CGU, organizado pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle (MTFC), na categoria “Promoção de transparência ativa e/ou passiva”. O resultado foi divulgado nesta terça-feira, 29 de novembro.

O concurso recebeu, ao todo, 43 inscrições e visa estimular, reconhecer e premiar iniciativas de órgãos e entidades do Poder Executivo Federal que contribuam para a melhoria da gestão pública.

"O IFB em Números" é um portal, concebido em agosto de 2015, para que a comunidade interna e externa possa visualizar informações de ensino, pesquisa, extensão e gestão, relacionadas ao Instituto Federal de Brasília (IFB).

O usuário pode navegar por meio de abas, selecionando módulos de informação, período de análise e indicadores a serem exibidos. Além disso, permite a extração do banco de dados, dando liberdade ao usuário para que ele possa utilizá-los em sua própria análise.

“Para o IFB é uma felicidade muito grande receber esse prêmio, que mostra o trabalho que a instituição vem fazendo no sentido de disponibilizar as informações para que toda a sociedade tenha acesso de forma simples, clara e desburocratizada”, comemora o reitor do IFB, Wilson Conciani.

 

O concurso

O concurso premia as melhores práticas em cinco categorias: fortalecimento dos controles internos; aprimoramento das auditorias internas; promoção da transparência ativa e/ou passiva; aprimoramento das atividades de ouvidoria; e aprimoramento das apurações disciplinares e de responsabilização de entes privados.

Os vencedores são escolhidos por meio de avaliação segundo critérios como criatividade, inovação, simplicidade, custo-benefício, entre outros.

A entrega da premiação ocorrerá em cerimônia ainda neste ano de 2016, em dezembro, mês em que se é comemorado o Dia Internacional Contra a Corrupção. 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página