Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Reitoria > Estudantes do Brasil e de outros países visitam o Campus Planaltina
Início do conteúdo da página

Estudantes do Brasil e de outros países visitam o Campus Planaltina

Criado: Segunda, 26 de Julho de 2010, 21h00 | Publicado: Domingo, 29 de Novembro de -0001, 20h53 | Última atualização em Quinta, 05 de Dezembro de 2013, 10h22 | Acessos: 3117
Brasília, 27 de julho de 2010Nesta sexta-feira (23), o Fórum Juvenil do Patrimônio Mundial 2010 esteve no Campus Planaltina do Instituto Federal de Brasília (IFB). Estudantes que são também líderes comunitários, membros de associações vinculadas aos patrimônios culturais materiais e imateriais, sócios dos Albergues da Juventude ou simplesmente interessados no tema, passaram por vários lugares no Brasil que são considerados patrimônios culturais. A visita faz parte dos dez dias de trajeto pelo país com a finalidade de criar um momento de ação e reflexão acerca dos temas relacionados ao Patrimônio Cultural e Natural, instigando uma postura ativa. As atividades também tem o objetivo de fomentar a construção conjunta de alternativas e contribuições para as políticas voltadas para a salvaguarda dos patrimônios.O Centro de Patrimônio Mundial da Unesco e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan/ Ministério da Cultura, em parceria com a Federação Brasileira dos Albergues da Juventude selecionaram 27 representantes de cada um dos estados brasileiros e mais 18 jovens dos países convidados da América do Sul, África, Ásia e Europa. Cada candidato escreveu um pequeno projeto de ação educativa em prol do patrimônio cultural. Os autores dos projetos escolhidos foram chamados para conhecer alguns sítios brasileiros inscritos na Lista do Patrimônio Mundial, e dentre esses o cerrado do centro-oeste.Na fazenda do Campus Planaltina os estudantes participaram de uma aula sobre os patrimônios mundiais da humanidade. Fizeram também uma caminhada ecológica pelo cerrado virgem, que totaliza cerca de 70% dos 2.300 hectares da fazenda-escola, acompanhados pelo professor de História, Tarcísio Araújo.Com apenas 18 anos, a estudante da Universidad de La República Uruguay, Lucia Isabel Rosich Pérez, cursa Ciências Econômicas e Psicologia. Seu projeto Por tu futuro foi um dos selecionados. "Estou aqui pelas casualidades da vida. Tenho um amigo brasileiro que me mandou um e-mail sobre o Fórum e fiz um projeto sobre um assunto que me interesso muito. Não há nenhum programa grande de reciclagem no meu país como tem na Espanha ou no Brasil. A minha ideia é que o governo faça coleta seletiva lá no Uruguai", espera.Os estudantes foram em Foz do Iguaçu-PR, visitaram as Missões de São Miguel e Santo Inácio-RS, a cidade de Goiás-GO e a capital, Brasília-DF. Lucia Isabel não levava tão a sério os patrimônios mundiais imateriais, mas quando chegou ao Brasil e começaram as visitas ela percebeu que "as coisas acontecem de verdade. Fiquei preocupada com alguns fatos. Quando chegamos à Foz do Iguaçu, por exemplo, encontramos descendentes de índios Guaranis. Eles não tinham acesso a área preservada, às cataratas. Mas lá dentro tinham postos de multinacionais", retrata. "As marcas tem chance e os índios não", diz. Na verdade Lucia estava receosa com o futuro da conscientização das pessoas. Ela protestou "como fazer com que as pessoas valorizem o patrimônio, se elas não tem acesso?".Os resultados obtidos no decorrer da semana de atividades do Fórum foram apresentados na cerimônia de inauguração da 34ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial, da Unesco. Esse comitê acontecerá de 26 de julho a 3 de agosto e contará com cerca de 800 representantes dos 187 Estados Partes. Eles vão analisar a possibilidade de inclusão e extensão de território de 39 itens na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco, como bens naturais, culturais e mistos, apresentados por 35 países. Diretoria de Comunicação IFBPriscylla Damasceno
registrado em: ,
Assunto(s): nulo
Fim do conteúdo da página