Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Reitoria > MST e IFB discutem assentamento em Planaltina
Início do conteúdo da página

MST e IFB discutem assentamento em Planaltina

Criado: Quinta, 14 de Outubro de 2010, 18h03 | Publicado: Quinta, 14 de Outubro de 2010, 17h59 | Última atualização em Quinta, 05 de Dezembro de 2013, 10h22 | Acessos: 3359

Representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e do Instituto Federal de Brasília (IFB) reuniram-se nessa quinta-feira, 14, para discutir projetos que possam ser construídos, em parceria, pelas duas organizações.

 

Na segunda-feira, 11, os trabalhadores do MST ocuparam – legalmente – uma área de 144 hectares, até então sob posse do IFB. O Incra destinou o terreno à Reforma Agrária. De acordo com os representantes do MST,  as famílias que vierem a ser assentadas devem trabalhar a terra de maneira a preservar o local. Tanto o Movimento como o IFB demostraram interesse em futuras parcerias para a exploração das terras e formação dos trabalhadores assentados.

 

O reitor Aléssio Trindade ressaltou que o encontro desta quinta-feira foi importante para que as duas organizações se conheçam melhor. Ele lembrou que o MST faz parte do Conselho Superior do Instituto como representante da sociedade civil organizada.

 

Já o professor Bruno Ceolin, Coordenador Geral de Pesquisa e Extensão de Planaltina, enfatizou que, mesmo com a posse legal da terra, os trabalhadores rurais podem ter dificuldades para efetivar o assentamento, já que a área doada pelo Incra estaria em região de preservação ambiental, no âmbito do Parque Ecológico Colégio Agrícola de Brasília.

 

Ele observou, entretanto, que - tecnicamente - é possível fazer o assentamento e este pode tornar-se inclusive um modelo para outras regiões, além de servir como uma espécie de laboratório para o curso de Tecnólogo em Agroecologia. (Assessoria de Comunicação - Wákila Mesquita)

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página