Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Reitoria > Rede Mulher Empreendedora ministrará capacitações em todos os campi do IFB
Início do conteúdo da página

Rede Mulher Empreendedora ministrará capacitações em todos os campi do IFB

Criado: Quinta, 29 de Agosto de 2019, 17h17 | Publicado: Quinta, 29 de Agosto de 2019, 17h17 | Última atualização em Sexta, 30 de Agosto de 2019, 18h23 | Acessos: 248

O ConectaIF é também um espaço de fortalecimento de relações institucionais. Durante o evento, foi firmado um acordo de cooperação com o Instituto Rede Mulher Empreendedora, a primeira e maior rede de apoio ao empreendedorismo feminino do Brasil, com mais de 500 mil participantes cadastradas em sua plataforma. Trata-se de uma organização nacional que capacita mulheres em temas de empreendedorismo e softskills (motivação, autoestima, autoconfiança, assertividade, foco e tomada de decisão), utilizando a metodologia do Programa Ela Pode, realizado pela Rede Mulher Empreendedora com o apoio do Google.

Durante o ConectaIF, foram ministrados dois workshops de quatro horas cada. Agora, as mais de 30 multiplicadoras voluntárias do Programa no Distrito Federal realizarão capacitações ampliadas em todos os campi do Instituto Federal de Brasília (IFB) entre setembro e dezembro deste ano. “O público são mulheres a partir de 16 anos, sobretudo aquelas que enfrentam vulnerabilidade social, como casos de dependência financeira e de violência”, explicou a multiplicadora Márcia Diniz, profissional que conheceu o Instituto Federal de Brasília e suas ações de extensão ligadas ao feminino por intermédio da professora Suzana Guerra, docente do Campus Taguatinga.

Para a professora Cristiane Salgado, pró-reitora de Extensão e Cultura, este acordo com o Instituto Rede Mulher Empreendedora vai totalmente ao encontro do público e dos objetivos do IFB. Presente na cerimônia de assinatura do termo, o professor Wilson Conciani contou a história do Programa Mulheres Mil, que, através da Rede Federal de Educação Profissional, transformou a vida de mais de 100 mil mulheres em todo o Brasil. “Somos felizes por termos sediado esse programa nacional, que, apesar da falta de recursos, permanece ativo em nossas Unidades, como, por exemplo, em São Sebastião, onde quatro turmas já foram formadas no curso de Viveiricultora”, citou, comentando ainda que a causa é universal. “Estamos levando essa metodologia para países, como o Sudão e o Timor Leste, onde a realidade feminina é ainda mais cruel nos dias de hoje”, disse.

Adriana Rodrigues, coordenadora de Relações Institucionais do Rede Mulher Empreendedora, disse que a meta é envolver mais de mil mulheres no Distrito Federal até 2020, gerando mais autonomia nos processos de tomada de decisão e melhoria da qualidade de vida da mulher, da sua família e da comunidade.

“Esta parceria é uma ação imediata com a oferta de cursos para as servidoras, estudantes e as mulheres das comunidades atendidas pelo IFB em todo o Distrito Federal”, explicou a reitora, professora Luciana Massukado.

A atriz e embaixadora da Cultura da Paz, Maria Paula, também prestigiou o encontro entre o IFB e a Rede Mulher Empreendedora e afirmou que "está junto" nesta causa — “Elas podem”.  

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página