Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Reitoria > Reitores de Institutos Federais e Universidades se reúnem com o presidente
Início do conteúdo da página

Reitores de Institutos Federais e Universidades se reúnem com o presidente

Criado: Sexta, 20 de Janeiro de 2023, 12h02 | Publicado: Sexta, 20 de Janeiro de 2023, 12h03 | Última atualização em Sexta, 20 de Janeiro de 2023, 13h13 | Acessos: 537

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, acompanhado dos ministros da Educação, Camilo Santana, e da Ciência e Tecnologia, Luciana Santos, recebeu os dirigentes das universidades e institutos federais em reunião realizada nessa quinta-feira (19), no Palácio do Planalto.

Representando os reitores da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, a reitora do Instituto Federal de Brasília (IFB), Luciana Massukado, ressaltou que os Institutos Federais são uma grande política pública.

“Vamos juntos reconstruir o país por meio de uma educação humana, integrada e integral que preza pelo respeito à diversidade, que luta pela equidade de gênero e de raça e que promove a inclusão de todas e todos. Vamos juntos trabalhar pela valorização dos profissionais da educação. Vamos juntos lutar por um orçamento justo da educação”, defendeu Luciana.

Na avaliação do presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Cláudio Alex, a reunião foi um importante passo para a retomada de pautas que foram colocadas de lado nos últimos anos. “O incentivo à inovação e empreendedorismo, a valorização do tripé ensino, pesquisa e extensão e a formação de professores e a valorização dos profissionais da educação, de maneira a alavancar a educação básica, elevando a qualidade da educação pública, são pontos importantes que o MEC precisa cuidar”, disse.

Investimento e compromisso

Aos reitores, o ministro da Educação, Camilo Santana, ressaltou que as portas do Ministério da Educação (MEC) estão abertas e que o novo governo irá retomar a valorização e o respeito pelo ensino superior do país. Para isso, Santana elencou que será necessário priorizar ações, como a ampliação de oferta de acesso às instituições, combater a evasão escolar, retomar investimentos e obras paralisadas, além de reajustar as bolsas de pesquisa.

A efetivação do Sistema Nacional de Educação e o respeito à nomeação dos dirigentes eleitos pelas comunidades acadêmicas também foram temas abordados durante a fala do ministro e do presidente.

Na quarta-feira,18, a diretoria do Conif se reuniu com o secretário da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC, Getúlio Marques Ferreira. A pauta do primeiro contato entre os conselheiros do Conif e a nova equipe do MEC foi norteada pela apresentação das prioridades do colegiado e a busca pela retomada do protagonismo da Rede Federal na Educação Profissional do país.

Objetivo e diálogo

No “Diálogo com reitores e reitoras sobre as novas perspectivas do Ensino Superior do país”, como foi chamado o encontro no Planalto, na quinta, 19, o presidente Lula disse que espera que as instituições públicas federais de ensino superior ofereçam mais do que quantidade, aumentando a qualidade do ensino, olhando para além dos problemas das salas de aula, mas também o que está na porta da universidade, na rua, na cidade, dialogando com todos os setores para encontrar respostas para todas as necessidades, do mundo do trabalho às questões ambientais.

 “Tudo o que fizemos antes, agora temos que fazer melhor”, disse o presidente, aconselhando os dirigentes das instituições federais a conviver com a diversidade com respeito. “Podemos continuar divergindo, mas de forma civilizada porque democracia é isso, é a gente conviver na diversidade. Podemos fazer muito mais por este país. Temos que derrotar o ódio, a mentira, e a sociedade voltar a gostar de ser humanista, ser mais fraterna, mais solidária e gostar mais uns dos outros; afinal estamos todos no mesmo barco”, finalizou Lula.

 

Com Assessoria de Comunicação do Conif

 

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página