Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Riacho Fundo > Alunos do Campus Riacho Fundo produzem série “Nós da Feira”
Início do conteúdo da página

Alunos do Campus Riacho Fundo produzem série “Nós da Feira”

Criado: Quarta, 02 de Outubro de 2019, 15h54 | Publicado: Quarta, 02 de Outubro de 2019, 15h54 | Última atualização em Quinta, 03 de Outubro de 2019, 07h24 | Acessos: 882

Greice Kelly Cordeiro, Henri de Oliveira Reis, Jéssica de Figueiredo e Natasha Nielson, alunos do curso Tecnologia em Gastronomia do Campus Riacho Fundo, estão produzindo uma série intitulada “Nós da Feira”, e o primeiro episódio já está disponível no YouTube. O vídeo é resultado de um trabalho para a disciplina Cultura e História da Alimentação (CHA), ministrada pelos docentes Tatiana Rotolo, Giuliane Pimentel e Thiago de Faria.

O Projeto Broto tem como objetivo mostrar os princípios e valores da cultura local, produtos regionais, e principalmente das pessoas que ali se inserem. A proposta é dar voz a todas as pessoas que doam o conhecimento, amor e muitas vezes recursos materiais em busca de um ideal.

Além disso, a ideia é proporcionar um momento de reflexão e incitar que as relações que possuímos com o alimento sejam revistas, uma vez que a gastronomia não deve pertencer só aos mais afortunados, mas, sim, a todos, por fazer parte de uma grande estrutura histórica e social. “Com esse projeto, gostaríamos de juntar o comer do saber, o comer do cozinhar, o cozinhar do produzir e o produzir da nossa natureza. Temos o intuito de exaltar toda a cadeia produtiva, fortalecendo não só as pessoas, mas o território, a biodiversidade e a sociedade, que merece valorização e um alimento limpo, bom para o meio ambiente e saboroso”, explicou o grupo.

Com relação ao total de episódios, não há um número preestabelecido, já que Brasília conta com um número considerável de feiras e pequenos produtores. “Ainda não estipulamos a frequência de lançamento dos episódios; temos como propósito entregar um trabalho que seja digno de reconhecimento. Precisamos de tempo para construirmos novos laços de amizade, para conquistarmos a confiança de outros pequenos produtores, para que eles compartilhem conosco as suas histórias. Estamos nos esforçando para entregar o segundo capítulo até o final deste ano”, detalha a equipe de alunos à frente do projeto.

A série, que integra o Projeto Broto, será constituída de um conteúdo diverso, direcionado à gastronomia brasileira, à gastronomia social e de colonialidades. Em relação aos planos para o futuro, a ideia é inscrevê-la na próxima edição do Festival de Filmes de Curta-Metragem do IFB e também no Festival Slow Filme.

O nome “Broto” partiu do conceito de brotamento de uma ideia, de um propósito. “Estamos vinculados à natureza, nossa comida vem da terra, nada representa mais o surgimento de uma ideia tanto quanto o brotamento de um vegetal. Além disso, queremos poder incitar nas pessoas questionamentos, de forma que reflitam sobre a sua relação com o território, com os produtos que consomem. Desejamos que em seus pensamentos brotem ideais de preservação, sobretudo da sociobiodiversidade do nosso Cerrado”, explicaram os discentes.

A ideia surgiu a partir de um desejo do grupo de se unir e fazer um trabalho direcionado à comunidade. “Nós somos frequentadores do Mercado da Agricultura Familiar do CEASA; as pessoas retratadas no documentário são nossos amigos. No entanto, percebemos que uma grande parcela da população brasiliense desconhece aquele espaço, em que são vendidos produtos orgânicos e agroecológicos”, finalizou o grupo.

Assista ao primeiro episódio da série "Nós da Feira" AQUI.

Fim do conteúdo da página