Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > São Sebastião > Abertas inscrições para capacitação em “Construção de Viveiro”
Início do conteúdo da página

Abertas inscrições para capacitação em “Construção de Viveiro”

Criado: Quarta, 11 de Setembro de 2019, 07h29 | Publicado: Quarta, 11 de Setembro de 2019, 07h29 | Última atualização em Quarta, 11 de Setembro de 2019, 09h32 | Acessos: 776

O Instituto Federal de Brasília - IFB/Campus São Sebastião e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Distrito Federal (SENAR-DF) iniciaram, nesta quarta-feira, 11 de setembro, as inscrições para a capacitação em Construção de Viveiro. O curso ocorre entre os dias 7 e 18 de outubro, em local a ser confirmado na Região Administrativa de São Sebastião.

As inscrições podem ser realizadas até 1º de outubro, por meio de formulário próprio ou no protocolo da unidade do IFB em São Sebastião, das 9h às 18h.

Estão sendo ofertadas até 40 vagas para a capacitação, que terá carga horária de 40 horas, certificadas pelo SENAR/DF (curso intitulado “Trabalhado em Viveiros: Viveirista”), com turmas nos turnos matutino, das 8h às 12h, ou vespertino, das 13h às 17h. As vagas serão destinadas a pessoas com idade mínima de 18 anos, recomendando-se que o interessado possua conhecimentos iniciais em construção civil. Serão atendidos prioritariamente produtores, trabalhadores rurais, egressas do Curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) em Viveiricultora do IFB-São Sebastião e estudantes, os quais serão selecionados posteriormente por sorteio.

Com o curso, pretende-se capacitar pessoas aptas tanto para a construção de viveiros, bem como selecionar o tipo de viveiro mais adequado para as espécies de mudas a serem cultivas e manejos típicos e as especificidades da profissão.

"Já realizamos capacitações de construção de viveiro no ano passado no IFB-São Sebastião. Além de formar viveiristas, o produto daquela capacitação foi um viveiro que é utilizado desde então como sala de aula de nosso Curso FIC em Viveiricultora, para mulheres em situação de vulnerabilidade. Com essas novas turmas, pretendemos que os participantes, com destaque para as egressas do curso FIC, possam ser estimulados a empreender na produção de mudas em suas próprias casas na área urbana ou na zona rural em suas propriedades", explicou o diretor-geral do Campus São Sebastião, Robson Caldas.

Fim do conteúdo da página