Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Planaltina > Grupo de Catira do IFB se apresenta neste sábado
Início do conteúdo da página

Grupo de Catira do IFB se apresenta neste sábado

Criado: Quarta, 16 de Fevereiro de 2011, 16h02 | Publicado: Quarta, 16 de Fevereiro de 2011, 16h01 | Última atualização em Quinta, 05 de Dezembro de 2013, 10h22 | Acessos: 3955

Quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011.

O grupo de Catira do IFB, Mão Divina, apresenta-se nesse final de semana no Encontro de Folia de Reis no Parque da Cidade Sara Kubitschek. O encontro, que chega em sua décima edição, acontece nesta sexta-feira, 18, e sábado, 19. Essa é a primeira vez que representantes do IFB participam. A abertura está prevista pra às 18h de sexta, com última atração às 23h. No sábado as atividades tem início às 8h e se encerram às 23h30. A entrada é franca ou uma doação de alimento.

Imagem de Catireiros disponível no blog Dança CatiraO Mão Divina é composto por 20 alunos do Curso Técnico em Agropecuária. Foi formado em Agosto de 2010 e já participou de diferentes eventos, entre eles, o Segundo Seminário de Agroecologia do Distrito federal, no dia 8 de Novembro do ano passado. Também se apresentou no Encontro de Catireiros oferecido pelo IFB – Campus Planaltina, com participação de grupos do DF e de outros estados.

O aluno do terceiro semestre de Agropecuária, Gustavo Barbosa Rangel, está no grupo desde sua formação. Para ele, o evento é uma boa oportunidade de aprendizado. “É muito importante estarmos participando desse evento, que além de grande, é bem conhecido e isso é bom para divulgar o grupo. Para nós, alunos, é muito bom para aprendermos mais, trocarmos ideias, experiências”, conta Gustavo.

Tradição
A Folia de Reis, ou Reisado, ocorre em toda a região central e sul do País entre as vésperas de Natal e o dia 6 de janeiro, Dia de Reis. Ela é transmitida de geração a geração pelos guias e embaixadores aos foliões mais novos. A festa é animada por músicos, geralmente autodidatas, das localidades onde a festa ocorre, seguidos de brincantes vestidos com roupas simples e chapéu. Levam nas mãos imagens de santo e estandartes coloridos. Tocam viola, rabeca, cavaquinho, violão, sanfona e outros instrumentos. A importância da festa para a cultura do Distrito Federal e o formato do encontro, que respeita a dinâmica tradicional dos grupos, garantiu a sua inclusão no Calendário Oficial de Eventos com a aprovação da Lei nº 3.252 de 19 de dezembro de 2003.

Catira ou Cateretê é uma dança do folclore brasileiro, em que o ritmo musical é marcado pela batida dos pés e mãos dos dançarinos. Antes era uma dança mais restrita aos homens, mas atualmente é praticado também por mulheres, sozinhas ou acompanhadas pelos homens. A dança é conhecida e praticada, largamente, no interior do Brasil, especialmente nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e, também, em menor escala no nordeste. Pode ser formada por grupos de seis a dez componentes e mais uma dupla de violeiros, que tocam e cantam a moda.

Sempre tendo como sede do encontro a Granja do Torto, esse ano a festa ocorre no Expobrasília. O evento reúne grupos das localidades urbanas e rurais do Distrito Federal e Entorno, junto com os estados de Minas Gerais e Tocantins. São Paulo e Santa Catarina também já estiveram representados e até um grupo do morro da Mangueira do Rio de Janeiro participou. Além das apresentações de dança, também haverá shows, oficinas, exposições e rodas de prosa.

Fim do conteúdo da página