Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Planaltina > Campus Planaltina recebe empresários de inovação
Início do conteúdo da página

Campus Planaltina recebe empresários de inovação

Criado: Segunda, 10 de Junho de 2019, 11h40 | Publicado: Segunda, 10 de Junho de 2019, 11h40 | Última atualização em Segunda, 10 de Junho de 2019, 19h35 | Acessos: 225

O Instituto Federal de Brasília – IFB/Campus Planaltina, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação do IFB e Coordenação de Pesquisa e Inovação do campus, recebeu, nessa quinta-feira, dia 6 de junho,  a visita de dois empresários da Aceleradora de Startups AL4MO – Plataforma de Aceleração.

Os empresários têm o objetivo de selecionar projetos com produtos inovadores, sustentáveis e que tenham um impacto positivo na comunidade para facilitar a inserção desses produtos no mercado.

O Campus Planaltina apresentou dois produtos, sendo o "Embalagem biodegradável e ativa com função antimicrobiana para aplicação em alimentos", sob a orientação dos professores Vinícius Machado e Heloísa Sousa, e o produto "SmartTimer", sob a orientação do professor Nilton Cometti. Ambos os trabalhos foram desenvolvidos por estudantes dos cursos Técnico em Agropecuária,  Tecnologia em Agroecologia e Licenciatura em Biologia, por meio de editais de PIBIC, PIBIT, FABIN e muitos outros.

O SmartTimer ou temporizador inteligente tem a função de controlar os intervalos de acionamento da bomba de hidroponia em função das condições ambientais, proporcionando, assim, maior eficiência do sistema hidropônico, menores riscos e economia de energia elétrica . O produto, além de apresentar um alto grau de miniaturização, foi integrado a um aplicativo de celular que permite sua configuração e mostra os dados coletados de temperatura, umidade relativa do ar, luminosidade e o estado liga/desliga da bomba centrífuga.

Já o Biofilme é um filme fino preparado a partir de materiais biológicos, que age como barreira a elementos externos e, como consequência, pode proteger o produto embalado de danos físicos e biológicos e aumentar a vida útil desse produto. O produto idealizado pelos estudantes do IFB uniu essa tecnologia do filme ao óleo essencial de cravo-da-índia. O óleo essencial de cravo-da-índia é volátil, contendo mais de 85%, por volume, de substâncias fenólicas totais, preponderando eugenol (70 a 95%). Portanto, a síntese de etileno e sua ação são minimizadas, provocando o retardamento da senescência, refletindo de forma direta no aumento do período de comercialização de alimentos in natura.

Inovações, de modo geral, tornam-se essenciais para a sustentabilidade de empresas e comunidades. Obviamente, os benefícios da inovação não se limitam às empresas. Para os países e regiões, as inovações também possibilitam o aumento do nível de emprego e renda. Segundo a ABGI Accelerating Innovation, "Aqueles que inovam ficam em posição de vantagem em relação aos demais, porque permitem que as empresas acessem novos mercados, aumentem suas receitas, realizem novas parcerias, adquiram novos conhecimentos e aumentem o valor de suas marcas". Portanto, uma parceria entre instituições privadas e públicas podem trazer vantagens para ambas as partes, como, por exemplo, incentivar os estudantes ao empreendedorismo, ou até mesmo inseri-los no mercado de trabalho. 

Imagem: Da direita para esquerda, Nilton Cometti (diretor-geral do campus), Pedro (AL4MO), Marcus Santana (coordenador de Pesquisa e Inovação), Gabriel Oliveira (estudante), Luciana Massukado (pró-reitora de Pesquisa e Inovação), Jullyana Carvalho (estudante), Vinícius Machado, Heloísa Sousa e Ivanete (técnicos de Agroindústria), Renê (AL4MO). 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página