Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Planaltina > IFB Campus Planaltina se prepara para inaugurar biodigestores
Início do conteúdo da página

IFB Campus Planaltina se prepara para inaugurar biodigestores

Criado: Segunda, 23 de Janeiro de 2023, 11h14 | Publicado: Segunda, 23 de Janeiro de 2023, 11h14 | Última atualização em Quinta, 26 de Janeiro de 2023, 09h20 | Acessos: 580
imagem sem descrição.

A implantação de Biodigestores no Instituto Federal de Brasília (IFB) está em fase de finalização nos campi Brasília, Samambaia, São Sebastião e Planaltina. Em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), o IFB recebeu o recurso de R$ 880 mil para desenvolver o projeto "Desenvolvimento de startups para difusão e implantação de boas práticas de Gestão de Resíduos Orgânicos a partir da Biodigestão". Além do andamento do projeto vigente, o MDR tem se colocado à disposição para estimular e implantar novos projetos e reiterou o suporte fornecido à criação de startups e multiplicação de ações que adotam a Biodigestão como subsídio ao fomento de energias renováveis no Distrito Federal.  A iniciativa, coordenada pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, ganha forma com a chegada e instalação dos primeiros equipamentos no IFB Campus Planaltina, que serão inaugurados no dia 6 de fevereiro, às 9 horas.

"O Ministério do Desenvolvimento foi o principal apoiador deste trabalho como parceiro na capacitação das startups voltadas para os resíduos sólidos (hoje nós já podemos contar com duas startups, uma bem estruturada e outra em implantação), capazes de estruturar os condomínios na gestão de resíduos. Também temos os biodigestores que vão trazer só no IFB Campus Planaltina uma economia de uso no gás de cozinha na ordem de 20 %. Então, é evolução e sustentabilidade no IFB", explica Paulo Henrique Sales Wanderley, pró-reitor de Extensão e Cultura do IFB.

 

Capacitação de Startups

O projeto envolveu três etapas a partir do ano de 2021, incluindo um curso de formação em "Gestão de Resíduos Orgânicos e Energias Renováveis" e o desenvolvimento de startups idealizadas pelos estudantes. Os professores Ilvan Junior, IFB Campus Planaltina, Marcelo Rodrigues, IFB Campus Brasília, e Regina Kigushi, IFB Campus Samambaia, ressaltaram a importância do apoio do Ministério do Desenvolvimento e o alcance que o curso de formação em "Gestão de Resíduos Sólidos" como impacto direto e positivo na formação e geração de renda aos estudantes. Os estudantes foram incentivados com bolsas de estudos e puderam aprender a reconhecer os resíduos orgânicos como matéria-prima para geração de biogás como parte da destinação final ambientalmente adequada.

Dessa forma, o IFB e o MDR capacitaram 20 gestores de resíduos sólidos e energias renováveis, dentre eles pessoas externas ao IFB, como do curso Superior de Tecnologia em Agroecologia e Controle Ambiental, que criaram as startups "Tudo se Transforma" e "Germinar.e".

"A finalização desse projeto e o engajamento dos gestores em resíduos orgânicos formados pelo IFB refletem a preocupação que a instituição tem em ser cada vez mais sustentável e preocupada com as questões ambientais e energéticas.  É importante enfatizar o quanto essa tecnologia se relaciona transversalmente com os aspectos defendidos pelo IFB, que é o ensino, pesquisa e extensão, uma vez que, além de fornecer biogás para o preparo das refeições no refeitório gerado a partir do resto de comida produzidos nesse espaço, também serão desenvolvidos projetos de pesquisas e extensão a partir do envolvimento dos estudantes”, relata o professor Ilvan Medeiros.

 

Processo de Aquisição dos Biodigestores

O IFB Campus Planaltina adquiriu seis kits de biodigestores após analisar qual modelo e tecnologia seriam mais adequados para o aproveitamento dos resíduos orgânicos no campus. Para isso, os professores do Curso Superior de Tecnologia em Agroecologia do IFB visitaram a Embaixada de Israel, que já utiliza essa tecnologia em sua propriedade, e conheceram os benefícios e vantagens do equipamento israelense. Não obstante, o IFB Campus Planaltina também recebeu a visita de representantes da mesma Embaixada em seu território e ficou explícito o interesse em fortalecer parcerias em busca de implantações de tecnologias sustentáveis e agroecológicas em benefício mútuo. 

No total, foram adquiridos seis biodigestores, sendo três para o refeitório da unidade de Alimentação e Nutrição (UAN); um para atender a residência da Agroecologia; um outro específico para o setor de Agropecuária, nas atividades de Bovinocultura; e; um último para ser implantado em condomínio residencial a ser definido via Edital público pela Pró-Reitora de Extensão do IFB.  

 

 

Fim do conteúdo da página