Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Planaltina > Aberto curso de capacitação para docentes sudaneses
Início do conteúdo da página

Aberto curso de capacitação para docentes sudaneses

Criado: Terça, 06 de Janeiro de 2015, 12h16 | Publicado: Terça, 06 de Janeiro de 2015, 12h16 | Última atualização em Terça, 06 de Janeiro de 2015, 13h59 | Acessos: 1852

Na manhã desta segunda-feira, 5 de janeiro, foi aberto o curso de capacitação para docentes “Tópicos especiais em agropecuária para o ensino técnico e tecnológico”. A abertura do curso – que está sendo ofertado pelo Campus Planaltina – aconteceu no auditório do Campus Brasília e contou com a presença do reitor do IFB, Wilson Conciani, do embaixador da República do Sudão, Abd Elghani Elnaim Awad Elkarim, da representante da SETEC-MEC, Nilva Schroeder, do diretor do Campus Planaltina, Walter Rodrigues, e do professor do curso, Adilson Jayme de Oliveira.

O curso tem a carga horária de 160h e vai até o dia 30 de janeiro. Segundo a professora Lidiane Szerwinsk Camargos, o objetivo é formar docentes na área de ciências agrárias com ênfase na formação técnica em agricultura e educação agroecológica, mecanização, sistemas de produção agrícola, manejo e conservação do solo, ovinocaprinocultura, considerando, ainda, a importância da filosofia e o sistema de educação técnica profissional, bem como as estratégias didáticas aplicadas a esse ensino.

O curso é formado por professores sudaneses, que ficam no Brasil até o final do curso e estão alojados no próprio Campus Planaltina. O professor de escola técnica agrícola, Awadeekarin Sirelkhate Abdelmagic, acredita que o curso de capacitação ofertado pelo IFB é importante tanto para os professores como para os alunos. “O Brasil é um país muito desenvolvido na parte agrícola e econômica e eu, e os demais professores, esperamos poder ajudar o nosso país com as experiências adquiridas durante o curso”, afirmou.

Para o embaixador da República do Sudão, Abd Elghani Elnaim Elkarim, a parceria entre o Brasil e o país africano tem todos os ingredientes para ter sucesso “O curso vai ajudar a promover o desenvolvimento da agricultura no Sudão, que é a principal atividade econômica do país, além de utilizar todo o conhecimento que o Brasil tem com a tecnologia agrícola avançada na área do agronegócio”, espera o embaixador.

O reitor do IFB, Wilson Conciani, explica que essa é a segunda ação concreta de uma parceria firmada em 2012 entre a instituição e o país africano. “A partir de agora, as ações desta parceria serão intensificadas. O próximo passo será a abertura de uma linha de formação específica para os sudaneses, à distância, com visitas periódicas dos nossos professores ao Sudão e deles ao Instituto”, finaliza.


Fim do conteúdo da página