Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Recanto das Emas > Mulheres Mil faz 100 matrículas em Taguatinga Centro
Início do conteúdo da página

Mulheres Mil faz 100 matrículas em Taguatinga Centro

Criado: Terça, 29 de Novembro de 2011, 14h29 | Publicado: Terça, 29 de Novembro de 2011, 14h29 | Última atualização em Quinta, 05 de Dezembro de 2013, 10h22 | Acessos: 3172

No dia da matrícula, estudantes conhecendo o IFBO Campus Taguatinga Centro encerra nesta terça-feira, 29, as matrículas da primeira chamada do Programa Mulheres Mil. Devem ser matriculadas 100 mulheres em situação de vulnerabilidade social, que passaram por um processo seletivo iniciado com a aplicação de questionários socieconômicos em 31 de outubro, na cidade Estrutural.

Serão oferecidos três possibilidades de curso para essas estudantes, que serão matriculadas como alunas regulares do IFB. A primeira opção é Empreendedorismo com Ênfase na Alfabetização, que deve atender mulheres com baixa ou nenhuma escolaridade. Nesse caso, as alunas estudarão princípios do empreendedorismo, economia solidária e processos básicos para  se montar uma empresa. Além da alfabetização.

A coordenadora de Ensino do Campus Taguatinga Centro, Ana Paula Santiago Seixas, explica que muitas dessas estudantes já trabalham como empreendedoras e o curso vai ajudá-las a ampliar essa possibilidade. “Muitas já trabalham nesse setor, mas, às vezes, ficam meio perdidas com a questão da gestão”, diz a coordenadora, que espera capacitar essas trabalhadoras autônomas.

Atendimento ao Cliente e Técnicas de Secretariado
Além da turma de Empreendedorismo com cerca de 50 estudantes, serão montados também cursos de Atendimento ao Cliente e Técnicas de Secretariado, cada um desses dois últimos terão cerca de 25 estudantes.

O Atendimento ao Cliente deve formar mulheres que possam tanto ter seu próprio negócio, como trabalhar em empresas, especialmente, no ramo do comércio. Nesse caso, elas devem estudar formas de expressão oral, escrita e corporal, além de terem capacidade de entenderem como se dão as relações nos processos de compras.

No curso Técnico em Secretariado, as mulheres terão aulas de redação oficial, rotinas dos processos administrativos e atendimento. De acordo com a professora Jane Christina Pereira, nos três cursos as futuras profissionais terão condições de atuar como empreendedoras, no mundo do trabalho como empregadas de empresas já estabelecidas ou nas cooperativas. Mulheres aguardam a vez de fazer a matrícula.

Aulas
As aulas ocorrerão sempre a tarde, uma vez por semana, sendo: as segundas-feiras para o Técnicas de Secretariado; às terças-feiras para o curso de Atendimento ao Cliente; e, às quartas-feiras, Empreendedorismo com Ênfase em Alfabetização. Serão 200 horas de aulas, divididas em 160 horas de teoria e oficinas e 40 horas de visitas técnicas e atividades culturais.

Acompanhamento
Após o curso, o IFB vai realizar o acompanhamento dessas mulheres, verificando como estão aplicando o conhecimento adquirido na formação e quais os resultados obtidos.

Além de Taguatinga Centro, no Distrito Federal, o Campus Gama também deve atender por meio do  Programa Mulheres Mil. As estudantes têm direito à auxílio financeiro (uma espécie de bolsa), auxílio alimentação, uniforme, material de consumo necessário para realizar o curso e o transporte fica sob responsabilidade do IFB.

Fim do conteúdo da página