Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Recanto das Emas > Nicolas Behr, poeta brasiliense, visita estudantes da Licenciatura em Letras – Espanhol
Início do conteúdo da página

Nicolas Behr, poeta brasiliense, visita estudantes da Licenciatura em Letras – Espanhol

Criado: Sexta, 10 de Mai de 2013, 11h53 | Publicado: Sexta, 10 de Mai de 2013, 11h53 | Última atualização em Quinta, 05 de Dezembro de 2013, 10h22 | Acessos: 4496

As poesias de Nicolas Behr foram espalhadas pelo Campus.“Eu acho que o universo escolar, universitário, técnico, sem arte, não dá pra existir. Essa educação integral que se quer precisa da arte; é ela que nos revela pra nós mesmos. Sem arte, fica um ambiente asséptico. A poesia dá um espelhamento do que a gente tá fazendo no mundo.” Com essa explicação, a professora Jane Christina Pereira conta os motivos que justificaram a visita do poeta Nícolas Behr ao Campus Taguatinga Centro, na terça-feira, 7 de maio.

O escritor brasiliense participou de um diálogo com os estudantes da Licenciatura em Letras – Habilitação Espanhol. A estudante Ilasama Angélia diz que o encontro com o poeta permitiu aos alunos fazerem perguntas, discutirem, analisarem os textos dele e entender por que Nicolas Behr escreve sobre Brasília.

De acordo com a professora Jane, antes da visita, houve uma imersão nos poemas do autor. “A gente leu muitos poemas, fizemos interpretação, relação com música, leitura em voz alta, buscamos aO poeta brasiliense participou de um diálogo com toda a turma. sonoridade, ficamos imersos nesse universo de Nicolas Behr. A partir das poesias de todos os livros dele, eu levei pra sala um pouco de poesia de cada livro, e os alunos liam, discutiam, trocaram as poesias, pesquisaram a vida e obra dele – contextualização da obra”, explica ela, em detalhes.

Após a visita, as paredes do Campus Taguatinga Centro foram tomadas por Brasília. Os poemas foram pregados em todos os espaços da unidade de ensino. “Nós distribuímos pelo Campus pra ficar a marca de que o Nicolas passou por aqui, para os outros alunos conhecerem a poesia dele e dar notícia desse poeta, que é tão importante, um dos poetas brasileiros mais importantes vivos, e é aqui de Brasília.

Fim do conteúdo da página