Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Recanto das Emas > Estudantes de Letras – Espanhol têm palestra sobre desigualdade social
Início do conteúdo da página

Estudantes de Letras – Espanhol têm palestra sobre desigualdade social

Criado: Terça, 21 de Mai de 2013, 15h45 | Publicado: Terça, 21 de Mai de 2013, 15h45 | Última atualização em Quinta, 05 de Dezembro de 2013, 10h22 | Acessos: 2014

Os estudantes da Licenciatura em Letras – Habilitação Espanhol do Campus Taguatinga Centro participaram, nessa segunda-feira, 20 de maio, da palestra "Desigualdade social: fundamentos e aspectos culturais", com o professor Dr. Santiago Falluh Varella.

Professor Santiago em palestra com estudantes de Letras.O encontro ocorreu na disciplina de Cultura e Sociedade, ministrada pelo professor Tiago Varella Negreiros, e foram abordados temas, como o marxismo e suas limitações, as novas explicações do marxismo para a sociedade, o consumo e a estratificação social, hierarquia social e a importância de se conhecer a sociedade para ter condições de transformá-la.



A aluna Lucirlene Lima disse que  a aula “foi muito interessante” e que foi possível tirar dúvidas do que tem sido tratado nas aulas. “Nós tivemos uma outra maneira de explicação, com exemplos sobre discriminação. Nós estávamos conversando sobre as diferenças que até hoje ainda existem, posição social, sexo, profissão, hierarquia social”, relatou ela.



O professor Santiago Falluh Varella é sociólogo, com doutorado pela Universidade de Brasília (UnB), foi assistente de pesquisa e consultor do IPEA em três projetos de pesquisa distintos, pesquisador da UNESCO, consultor da OIT, do Banco Mundial e assessor do Procurador-Geral do Ministério Público do Trabalho (MPT).



Atualmente é pesquisador do Departamento de Pesquisas Judiciárias do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em sua dissertação de mestrado abordou a desigualdade a partir das trajetórias biográficas de enriquecimento no Brasil. Já na sua tese de doutorado dedicou-se a compreender os determinantes das resistências às ações afirmativas nos discursos jurídicos. (texto com as informações do professor Santiago, extraído do plataforma Lattes)




Fim do conteúdo da página