Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Portuguese Portuguese
pt Portugueseen Englishes Spanish
Página inicial > Recanto das Emas > Estudantes de Saúde Coletiva realizam oficinas e levantam demandas de alunas do Mulheres Mil
Início do conteúdo da página

Estudantes de Saúde Coletiva realizam oficinas e levantam demandas de alunas do Mulheres Mil

Criado: Terça, 04 de Junho de 2013, 15h57 | Publicado: Terça, 04 de Junho de 2013, 15h57 | Última atualização em Quinta, 05 de Dezembro de 2013, 10h22 | Acessos: 2286

Estudantes do Curso de Saúde Coletiva do Campus Ceilândia da Universidade de Brasília (UNB) iniciaram na segunda-feira, 27 de maio, uma série de cinco oficinas sobre saúde com estudantes do Programa Mulheres Mil do Campus Taguatinga Centro do IFB.

Ação dos estudantes no curso do Programa Mulheres MilNos encontros que ocorrem nos dias 27 de maio e 03, 10, 17 e 24 de junho, a turma de Secretariado vai discutir as questões relativas a saúde coletiva, levantar as demandas do grupo e organizar ações que possam auxiliar no atendimento a essas necessidades.

O projeto faz parte de uma pesquisa-ação desenvolvida pelos estudantes Ana Caroline Macêdo (2º Semestre); Dayane Oliveira (3º Semestre); Desirée Marques (3º Semestre); Laryssa Araújo (4º Semestre); Lilian Morais (2º Semestre); Luís Paulo Pedrosa (3º Semestre); Rafael Dias (3º Semestre); Rafaela Alves (2º Semestre). O projeto é orientado pela professora Olga Maria, todos do  Curso de Saúde Coletiva da UNB.

Os alunos da UNB afirmam que o objetivo da atividade é escutar as mulheres e, a partir daí, proporcionar uma coalizasão para advocacia e ação política, promover espaços saudáveis, promover o empoderamento dessas mulheres, bem como desenvolver habilidades, conhecimentos e atitudes.

Logo no dia da primeira oficina, foram levantadas necessidades relacionadas à saúde das mulheres que compõem a comunidade da Cidade Estrutural. Entre as demandas levantadas estão: melhorar o atendimento no Posto de Saúde da Cidade Estrutural, passeios para o lazer, dia de beleza, apresentação sobre o que é o SUS e como ele funciona entre outras.

Profissionalização, saúde e direitos
O Programa Mulheres Mil trabalha com a inclusão de mulheres que ficaram fora do sistema educacional regular nas idades adequadas e que, atualmente, vivem em situação de vulnerabilidade. Além da educação profissional, as alunas tem disciplinas sobre saúde e direitos da mulher.

As aulas ocorrem em parcerias com instituições como a UNB, a Universidade Católica de Brasília (UCB) e empresas privadas. As ações dessas aulas são tanto de informações e conscientização como práticas que podem envolver negociação para aquisição de óculos por exemplo, encaminhamentos para tratametnos odontológicos e outras atividades.

Fim do conteúdo da página